Make your own free website on Tripod.com

ORNI EX

Os peixes adequados

 

Um só, raramente se vê.
A criação de peixes ornamentais, é muito mais simples do que se imagina. Grandes problemas dá a reprodução, mas esta, deixámo-la para os aquariófilos mais experimentados.

A maioria dos peixes de aquário, são peixes de cardume e, por esta razão, é incorrecto adquiri-los um a um ou aos pares. Assim, recomenda-se a compra de 6 ou 8 exemplares de cada espécie e, para começar, 2 ou 3 espécies. Esta combinação é vantajosa não só do ponto de vista estético, mas, também, do ponto de vista ecológico das espécies, o que torna a manutenção mais simples.

Peixes especialmente apropriados para começar

Platy Lebistes com cauda de véu

Lebistes espadaLebistes
Da família ciprinodóntidos, são muito resistentes e adaptáveis. Estes peixes, tranquilos e multicores, nadam, preferentemente, no terço superior do aquário.

 

Neon TetraOs Tetras, são caracídios fáceis de manter, muito atraentes e fazem as suas brincadeiras na zona média do aquário, sendo muito interessantes, o seu acasalamento e comportamento defensivo.

 

Neon cardinalNeon rosado

 

CoridorasOs coridoras
Pertencentes à família dos Calactídios, revolvem, com prazer, no fundo do aquário. Não obstante o seu aspecto belicoso, devido à couraça que os protege, são peixes muito tranquilos e pacíficos, mesmo quando estão em condições de defender-se.

 

Os Barbos
São Ciprínidos multicores, robustos e de fácil adaptação. O seu comportamento pode ser temperamental.

barbo insulaBarbo cardinalDanio zebra e arlequim

 

Ciclidio ramirezOs Cíclidos anões
São peixes que aceitam, facilmente, a convivência com outras espécies, mesmo quando são muito inquietos.

 

Os Anabántidos
São peixes sem problemas, que podem respirar não só o oxigénio dissolvido na água, mas também o do ar. Preferem aquários com vegetação exuberante e pertencem ao grupo de peixes preferidos pela sua beleza e o seu colorido.

Gourami  azul Gourami Pérola Gourami vermelho

 

Beta combatenteBetas combatentes
Pertencem à classe de peixes mais formosos e o seu nome advém do comportamento de defesa territorial, que não permite a coabitação de dois machos no mesmo aquário. Um macho com várias fêmeas, deixa-se manter facilmente, mas outros peixes não têm lugar no mesmo aquário. Os peixes bebés, devem crescer separados.

Informe-se no seu vendedor.

Combinações recomendáveis

São por exemplo: Lebistes, Tetras, Coridoras e Anabántidos

ou: Barbos, Coridoras e Cíclidos anões

É um verdadeiro prazer observar estas espécies formosas e mantê-las é extremamente simples. A temperatura do aquário deve manter-se entre os 24 e os 26ºC e o valor do pH, entre 6,5 e 7,5.

Veja mais à frente informação mais detalhada.

capítulo 2 Voltar ao índice capítulo 4

 

 

Mapa Completo do Site