Make your own free website on Tripod.com

ORNI EX

Como encher o aquário

Introdução e adaptação dos peixes

Decida claramente e antes de mais nada, quais serão os peixes que nadarão no seu aquário. No capítulo 3, descrevemos as diferentes espécies e as possíveis combinações. Os primeiros peixes que se metem no aquário devem ser os devoradores de algas. Um número suficiente destes peixes previnem, de forma natural, o crescimento das algas nocivas.

Especialmente aptos para esta tarefa, são os exemplares pequenos e grandes com o focinho espinhoso, de barbatana grande ("ancistrus dolichopterus"). Trata-se de animais de tipo solitário. Num mesmo aquário, se tiver dimensão adequada e nele existirem sítios para que este peixe possa esconder-se, podem ter-se vários exemplares desta espécie.

Um dos melhores devoradores de algas é a "crossocheilas siamensis" . É um animal apto só para aquários com mais de 100 litros, dado que pode alcançar um comprimento até 15 cm. Recomenda-se, também, o peixe gato chupador, mediano, ("otocinclus afflnis") para aquários mais pequenos. Este peixe é muito laborioso e trabalha continuamente na eliminação das algas, dos cristais, das folhas e dos elementos decorativos. O seu tamanho nunca supera os 4 cm.

As duas espécies devem ter-se em grupos de 3 a 5 animais, conforme o tamanho do aquário. Os peixes vivíparos como ("Poecillidae"), "guppies", "platies" o "black mollies", também são bons devoradores de algas e vivem bem em aquários com pH entre 7 e 8.

Agora, comecemos. Introdução e adaptação dos peixes.

Os peixes podem ser, agora, introduzidos no aquário.

Na dúvida, uma vez mais, controle a qualidade da água (valor do pH, ferro, cobre e cloro) e junte-lhe uma dose de sera aqutan ou sera morena, o que se recomenda repetir em cada 10 dias.

Se as mudanças bruscas de temperatura e ambiente, são prejudiciais mesmo para nós, o que fará para os peixes!

Assim, deve ter-se em consideração o seguinte:


A água do saco, deita-se fora, nunca no aquário.

Agora, é importante juntar sera aqutan ou sera morena. Isto contribui para um condicionamento rápido, protegendo as guelras e as mucosas dos peixes contra irritações.

Trate os peixes com consideração.

A maioria dos peixes ornamentais, é criada desde há muitos anos nos aquários e adaptou-se a esta forma de vida. Não obstante, tratam-se de seres vivos e assustadiços, que não devem ser irritados excessivamente. Por este motivo, é recomendável limitar os trabalhos no aquário, ao mínimo indispensável. Se nos adaptarmos a estas regras simples, a vida dos peixes no aquário será melhor que a que vivem em liberdade na natureza, bastante danificada pela poluição.

Elegendo a população correcta para o aquário, poupa-se aos animais a presença de inimigos perigosos, o alimento será suficiente e a qualidade da água é, com a ajuda de sera aqutan e do denitrificador, melhor que as águas livres. Seja qual for a espécie pela qual nos decidamos, para os peixes só existem vantagens.

 

capítulo 9 Voltar ao índice capítulo 11

 

 

 

Mapa Completo do Site