Make your own free website on Tripod.com

Esfriador com célula Peltier.

  Um dos problemas comuns quando chega o verão é o excesso de temperatura no aquário. A água demasiado quente pode afetar seriamente a saúde dos peixes e baixar enormemente o conteúdo de oxigênio dissolvido na água. Também as plantas são prejudicadas. Para solucionar este problema, propomos a construção de um esfriador baseado em uma célula Peltier.

Introdução

  O centro do invento é uma célula Peltier. Se trata de um dispositivo eletrônico que aproveita o efeito descoberto pelo físico francês de mesmo nome. A célula Peltier é uma plaquinha quadrada de uns 4 por 4 centímetros e uma espessura de 4 milímetros. Ao passar eletricidade, que tem de ser de 12 volts e em corrente contínua, a temperatura de seus 2 lados adquire uma diferença térmica de uns 40° C: uma se aquece e a outra se esfria. Se conseguirmos que o lado quente não se aqueça em demasia, o lado frio ficará mais frio ainda; portanto, se trata de esfriar o mais rapidamente possível o lado quente, e de dotar o lado frio de algo que nos permita absorver ao máximo o calor da água de nosso aquário.

O material

           Uma célula Peltier.

           Dois Radiadores de 10x10x4 cm aprox.

           Pasta condutora (Silicone). Não é imprescindível.

           Um ventilador de cerca de 8cm de diâmetro e 12V (usado nas fontes de microcomputadores).

           Uma fonte de alimentação de 12V e 6 ampéres.

           Um tubo rígido de PVC de 21 mm de diâmetro e de 25 cm de comprimento.

           Um tubo rígido de PVC de 125 mm de diâmetro e 10 cm de comprimento.

           Um tampão cego de PVC de 125 mm de diâmetro.

           Um tampão de rosca, ou tampão de registro, de PVC de 125 mm de diâmetro.

           Cola de PVC. Tudo isto poderá ser comprado em qualquer loja de produtos eletrônicos e de material de construção.

Construção passo a passo

Procedimiento de construccion de un enfriador peltier. Passo 1: Mediante uma faca quente recortamos um quadrado no centro do tampão cego, de maneira que a célula peltier fique ajustada da melhor forma possível

  Passo 2: Posicionamos os dois radiadores segundo o esquema. Com uma broca fazemos quatro orifícios próximos do espaço que a célula peltier vai ocupar, porém sem passar por ela.

Passo 4: Montamos no tampão cego a célula peltier. Para averiguar o lado quente, a conectaremos brevemente à fonte de alimentação (Atenção: Não inverter a polaridade). O lado frio tem que ficar para dentro. Passamos cola de silicone entre a célula e o orifício do tampão e deixamos secar bem (24 horas).

  Passo 5: Recobrimos a célula peltier com abundante quantidade de pasta condutora por ambos os lados. O contato entre a pasta com a célula e os dissipadores tem de ser perfeito, sem bolhas de ar.

  Procedimiento de construccion de un enfriador peltier.Passo 6: Na parte exterior dos dissipadores aplicaremos um cordão de cola de silicone. Então apertamos bem os parafusos.

  Passo 7: Aparafusamos o ventilador e fazemos as conexões.

  Passo 8: Colamos com a cola de PVC o resto das peças plásticas.

Finalmente deixamos secar pelo menos 72 horas e já teremos nosso esfriador pronto.

Instalação

  A instalação é fácil. Simplesmente devemos intercalar este dispositivo entre o filtro e o aquário, tendo-se em conta que o radiador exterior e seu ventilador desprendem muito calor. Proximamente publicaremos a forma de acrescentar um termostato.

  O tampão cego de registro nos permitirá abrir o esfriador para limpá-lo, que entretanto não deve se sujar muito se o colocarmos depois do filtro.

  O rendimento é aceitável, entretanto a queda de temperatura é muito lenta, coisa ideal para nossos peixes. Pode manter a temperatura de um aquário de 120 litros uns 5° C abaixo da temperatura ambiente, muito mais em um aquário devidamente isolado. O consumo é de aproximadamente uns 60W.  

Mapa Completo do Site